Atlas Irrigação: Uso da Água na Agricultura Irrigada

O Atlas Irrigação: Uso da Água na Agricultura Irrigada apresenta apresenta uma retrospectiva, um panorama atual e uma visão de futuro sobre a agricultura irrigada brasileira, com foco no levantamento de áreas irrigadas, no potencial de expansão e no uso da água associado. Escala dos dados 1:250.000.

capa

A irrigação é o maior uso da água no Brasil e no mundo. A prática visa o fornecimento de água, de forma artificial, para suprir o que não é fornecido pelas fontes naturais, visando o pleno desenvolvimento das culturas.

Considerando os principais culturas irrigadas e sistemas de irrigação no Brasil, o Atlas subdivide a agricultura irrigada em quatro grandes grupos: arroz inundado, cana-de-açúcar, demais culturas irrigadas por pivô central e demais culturas e sistemas. Para cada divisão foi usada uma estratégia de análise diferente.

O arroz inundado concentra-se no Sul e em Tocantins; a cana-de-açúcar no litoral nordestino e em partes do Centro-Sul (São Paulo, sul-sudoeste de Goiás, Triângulo Mineiro); as demais culturas em pivôs centrais na região central (em especial Goiás, Minas Gerais e Bahia); e das demais culturas e sistemas no Espírito Santo, Mato Grosso, Paraná e nos Estados no Semiárido. (Fonte: ANA)

Dados :

Dados para download Atlas Irrigação – Publicação (PDF)
Dados para download Atlas Irrigação – Apresentação no Lançamento (PDF)
Recursos online Atlas Irrigação – Mapas Interativos (SNIRH)
Dados para download Áreas Irrigadas por Tipologia, por Município e Unidade da Federação (Planilha)
Dados para download Demanda Hídrica por Tipologia, por Município e Unidade da Federação (Planilha)

 

Rodovias Federais para download em KML

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) disponibiliza para download os dados em formato KML (Google Earth) das rodovias federais do país.

DOWNLOAD

Brasil (KML)

Por Unidade da Federação

Geologia do Estado do Mato Grosso

O CPRM disponibiliza para download o livro Geologia e Recursos Minerais do Estado do Mato Grosso. Este livro é produto do Programa de Integração, Atualização e Difusão de dados da Geologia do Brasil, através do subprograma Mapas Geológicos Estaduais em escala 1:1.000.000.

“A compartimentação e caracterização dos principais domínios e/ou províncias geotectônicas do Estado de Mato Grosso tem dois objetivos. O primeiro é o de reconstituição da evolução geológica no tempo e no espaço dos ambientes tectônicos, paleogeográficos além dos processos envolvidos na formação da crosta continental. O segundo objetivo é avaliar a utilidade dessa divisão de domínios/províncias com relação às concentrações minerais ou como os processos metalogenéticos se relacionam com a evolução desses segmentos crustais. Isso contribui para a formulação de modelos genéticos de geração de depósitos minerais, auxiliando na definição/delimitação de distritos e províncias metálicas e não-metálicas, tema relevante para o êxito da prospecção e pesquisa mineral.”

Citação: LACERDA FILHO, Joffre Valmório de, Geologia e Recursos Minerais do Estado de Mato Grosso. Org. Joffre Valmório de Lacerda Filho, Waldemar Abreu Filho, Cidney Rodrigues Valente, Cipriano Cavalcante de Oliveira e Mário Cavalcanti Albuquerque. Esc. 1:1.000.000. Goiânia: CPRM, 2004. (Convênio CPRM/SICME). 200p. il.;

Link para Download: http://www.cprm.gov.br/publique/media/rel_mato_grosso.pdf

%d blogueiros gostam disto: