Webinar “MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: ESTUDOS E TENDÊNCIAS”

Inscreva-se em: https://bit.ly/3dDKxk1

Terça-feira, dia 09 de junho, às 15h00, vamos debater sobre “MAPEAMENTO DO USO E COBERTURA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: ESTUDOS E TENDÊNCIAS”. O evento tem como objetivo discutir metodologias, resultados e análises de mapeamentos do uso e cobertura do Estado do Rio de Janeiro, e contará com os seguintes participantes:

Paulo Vinícius Rufino Fevrier

Mestre em Geografia pelo Departamento de Geografia da UFRJ, e analista do Instituto Estadual do Ambiente desde 2007. É responsável por coordenar os trabalhos relacionados ao sensoriamento remoto no Inea e irá apresentar a resultados e análises da evolução do uso e cobertura da terra do Estado do Rio de Janeiro de 2007 a 2018.

Rômulo Weckmüller

Professor do ensino básico e pesquisador no Lagef-UFF

Doutor em Geografia pela UFF, com 10 anos de pesquisa em sensoriamento remoto e detecção de mudanças da cobertura terrestre, irá abordar o tema detecção de mudanças em séries temporais.

José Augusto Sapienza Ramos

Atua em pesquisa, ensino e consultoria em Geotecnologias desde 2000. Graduado em Ciência da Computação pela Univ. Federal Fluminense, mestre em Ciência e Sistemas de Informações Geográficas pela Univ. de Salzburgo (Áustria) e mestre e doutorando em Eng. de Sistemas e Computação pela Univ. Federal do Rio de Janeiro, atua no campo de Análise Espacial, Sensoriamento Remoto, Infraestrutura de Dados Espaciais e Modelagem Computacional.

O link do Webinar será encaminhado por e-mail após inscrição.

Contato: geget@inea.rj.gov.br

Evento: II Congresso Internacional Just-Side

A Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra realizará o II Congresso Internacional Just-Side, maior iniciativa do Geodireito ibero-americano, com mais de 30 profissionais de nove países. Para quem está no Brasil a participação pode ser feita por videoconferência a partir de 6 horas (horário de Brasília) em https://lnkd.in/eTiPdfH

Evento: Geotecnologias na Gestão Pública (UERJ)

Nos dias 11, 12 e 13/06 ocorrerá o Nono Geotecnologias na Gestão Pública. A programação nesse ano conta com o Diretor de Geociências do IBGE, o Comandante da DSG/Exército, o Diretor da Divisão de Processamento de Imagens do INPE, a Diretora de Cadastro e Fomento do SFB/Min. da Agricultura (responsável pelo CAR) e mais de 30 outros trabalhos e 6 minicursos. As palestras podem ser acompanhadas de forma presencial ou online, porém a sessão de pôsteres apenas poderá ser acompanhada de forma presencial.

Acesse:
https://www.labgis.uerj.br/emaildiv/17052019/news.html

O evento é organizado pelo Núcleo de Geotecnologias da UERJ (Sistema Labgis), o Inst. Pereira Passos da Prefeitura do Rio de Janeiro e o Min. Público do Estado do Rio de Janeiro.

Evento Geotecnologias na Gestão Pública abre à submissão de trabalhos

A organização da nona edição do evento Geotecnologias na Gestão Pública (GGP) abriu no dia 25 de fevereiro a fase de submissões de resumos técnicos ou científicos de trabalhos concluídos ou em andamento. Os trabalhos aprovados pelo comitê avaliador serão apresentados durante a programação e também integrarão a publicação com os anais do evento. O GGP é organizado pelo Núcleo de Geotecnologias da UERJ (Sistema Labgis), o Instituto Pereira Passos da Prefeitura do Rio de Janeiro e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

O evento Geotecnologias na Gestão Pública se consolida como um espaço para apresentação e debate de políticas e técnicas que versam sobre aplicações de Geotecnologias nas três esferas e poderes do governo. O evento já contou com a participação de vários atores importantes do governo como Agência Espacial Brasileira, Exército, IBGE, Marinha, IPHAN, Petrobras, Embrapa, ANP, CONCAR, EPE, INEA/RJ, ISP/RJ, além de diversas secretarias estaduais e municipais como Fazenda, Casa Civil, Urbanismo, Planejamento, Transporte, Defesa Civil, entre outros. O evento também contou com a participação de diferentes universidades, empresas privadas e a sociedade civil organizada. “Um dos principais objetivos do evento é aproximar a academia, a iniciativa privada, ONGs e o governo para debater demandas e soluções.” – afirma o coordenador do evento Rui Alberto Azevedo dos Santos.

Assim como nos outros anos, a participação para assistir as palestras será gratuita e serão abertas em breve pelo site do evento. Acesse o link abaixo para mais informações sobre a submissão de resumos.

https://www.ggp.uerj.br/2019/submissao-de-trabalhos/

Fonte: https://www.labgis.uerj.br/noticias/evento-geotecnologias-na-gestao-publica-abre-a-submissao-de-trabalhos

Novo curso de ECOLOGIA DE PAISAGEM e ANÁLISE ESPACIAL

O Sistema Labgis lançou o curso Ecologia de Paisagens: quantificando parâmetros espaciais com 30 horas de aulas. A primeira turma será EAD ao vivo com as aulas começando em novembro.


Ecologia de Paisagens: quantificando parâmetros espaciais

course-detail-20

Objetivo

A necessidade de compreender como mudanças no uso e cobertura da terra afetam a biodiversidade, sobretudo em regiões tropicais, tem destacado a importância das dinâmicas espaciais em pesquisas científicas e tomadas de decisão conservacionistas. Neste contexto, a ecologia de paisagem vem se desdobrando no conhecimento de padrões espaciais, através de métodos que possibilitem a quantificação de atributos espaciais, que representem a heterogeneidade das paisagens antrópicas. Assim, a importância de conhecer e compreender os índices que descrevem características de paisagens, e as ferramentas para tal quantificação, são fundamentais para um bom planejamento de pesquisa em regiões fragmentadas. Neste sentido, este curso se propõe a difundir os princípios da ecologia de paisagem, com ênfase no ensino da quantificação de paisagens.

Software Utilizado

ArcGIS, Fragstat, GRASS, Conefor

Público-alvo

Alunos de graduação e pós-graduação, professores, profissionais da área ambiental (consultores, gestores, analistas, técnicos)

Ementa resumida:
1) Criação de paisagens
2) Cálculo de métricas de paisagem V-Late
3) Métricas no FRAGSTAT
4) Conectividade funcional
5) Cálculo de métricas em paisagens contínuas
6) Dinâmica de paisagem
7) Seleção de fragmentos prioritários para fragmentação da biodiversidade
8) Seleção de paisagens prioritárias para conservação

ACESSE: https://www.labgis.uerj.br/extensao/cursos-extensao/curso.php?id=34