Indicadores de Desenvolvimento Sustentável – Brasil 2015 / IBGE

“A publicação Indicadores de desenvolvimento sustentável: Brasil 2015, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, dá continuidade à sua trajetória iniciada em 2002. A presente edição, como as demais, tem como orientação as recomendações da Comissão para o Desenvolvimento Sustentável – CDS (Commission on Sustainable Development – CSD) da Organização das Nações… Leia mais Indicadores de Desenvolvimento Sustentável – Brasil 2015 / IBGE

Noções Básicas de Cartografia – IBGE

O IBGE disponibiliza para download a publicação Noções básicas de cartografia (1999), da série de manuais técnicos em geociências da instituição. Esta publicação trata aborda noções relacionadas à cartografia, incluindo a apresentação de questões relacionadas à forma do planeta, levantamentos geodésicos, representação cartográfica, tipos de projeções, classificação das carta e mapas, noções de sensoriamento remoto, além dos… Leia mais Noções Básicas de Cartografia – IBGE

Plano Municipal de Resíduos Sólidos de Niterói (RJ)

A prefeitura de Niterói disponibiliza para download o Plano Municipal de Resíduos Sólidos, ferramenta de vem de encontro à necessidade de informações para a destinação correta dos resíduos e consequentes mitigação de impactos ambientais. O plano busca atender “princípios específicos como a busca pela universalização e pela regularidade do atendimento nos serviços públicos de limpeza… Leia mais Plano Municipal de Resíduos Sólidos de Niterói (RJ)

Histórico Demográfico do Município de São Paulo

Pelas páginas deste Histórico Demográfico, editado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, é possível acompanhar mais de 100 anos de evolução da cidade de São Paulo, por meio de informações censitárias colhidas desde 1872, data do 1º censo demográfico feito no Brasil, até o mais recente, realizado em 2010. São oferecidas três opções de consulta… Leia mais Histórico Demográfico do Município de São Paulo

Biocombustíveis sólidos: fonte energética alternativa visando a recuperação de áreas degradadas e à conservação do Bioma Caatinga.

De acordo com a definição da Convenção de combate à desertificação e mitigação dos efeitos da seca (CCD), realizada em 1994, desertificação é a degradação da terra nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas. É um processo que resulta de vários fatores, incluindo as variações climáticas e as atividades humana. No caso do Semiárido brasileiro,… Leia mais Biocombustíveis sólidos: fonte energética alternativa visando a recuperação de áreas degradadas e à conservação do Bioma Caatinga.