Biocombustíveis sólidos: fonte energética alternativa visando a recuperação de áreas degradadas e à conservação do Bioma Caatinga.

De acordo com a definição da Convenção de combate à desertificação e mitigação dos efeitos da seca (CCD), realizada em 1994, desertificação é a degradação da terra nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas. É um processo que resulta de vários fatores, incluindo as variações climáticas e as atividades humana. No caso do Semiárido brasileiro, o mais populoso do mundo, com 23 milho?s de habitante, a principal causa desse fenômeno é o desmatamento da Caatinga, seja para ampliar as áreas de plantio e pastagem, seja para fornecer madeira para os fornos das indústrias locais. Esta obra parte do estudo da realidade da região do Baixo-Açu potiguar, uma das áreas com os piores índices de desenvolvimento humano do País, a qual se encontra em franco processo de desertificação. Com base nessa realidade, o livro propõe a produção de um biocombustível que consiga amenizar a pressão antrópica sobre o meio ambiente e, ao mesmo tempo, preservar os empregos ora existente e criar outros: os briquetes. Apesar de só recentemente terem começado a ser produzidos em maior escala no País, os briquetes ainda são ilustres desconhecidos da maior parte da população brasileira.

DOWNLOAD

Fonte: https://www.embrapa.br/solos/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1000307/biocombustiveis-solidos-fonte-energetica-alternativa-visando-a-recuperacao-de-areas-degradadas-e-a-conservacao-do-bioma-caatinga

GAYATREE – Consultoria e soluções integradas em sustentabilidade

A GAYATREE é uma empresa especializada em consultoria e gestão ambiental e parceira do blog SOSGISBR. Disposta a apresentar resultados que integrem sustentabilidade e progresso, a empresa busca se inserir de forma competitiva no mercado, oferecendo serviços de excelência e dedicação diferenciada ao cliente.

Flyer-01

Acesse: http://www.gayatree.com.br

EIA/RIMA Corredor Viário Piratininga / Charitas – Transoceânica (Niterói)

Pages from inea0020144“O Corredor Viário TransOceânica objetiva implantar um meio de transporte eficiente, propiciando a ligação rápida do conjunto de bairros que formam a Região das Praias Oceânicas até o bairro de Charitas, onde haverá interligações intermodais, minimizando consideravelmente os problemas de mobilidade urbana nessa região da cidade de Niterói.

Este EIA está estruturado em 16 capítulos. O primeiro apresenta o relatório; o segundo contém os dados de identificação dos responsáveis técnicos pelo empreendimento e pela elaboração dos Estudos de Impacto Ambiental.

O Capítulo 3 descreve os objetivos e justificativas do empreendimento e, o Capítulo 4, a metodologia utilizada para o desenvolvimento dos estudos.

O Capítulo 5 contém a descrição técnica do empreendimento, incluindo as alternativas técnicas e locacionais analisadas.

O Capítulo 6 relaciona o conjunto de diplomas legais de interesse para os estudos ambientais e, o Capítulo 7, os planos e programas governamentais propostos ou em andamento nas Áreas de Influência do empreendimento.

O Capítulo 8 contempla a delimitação dessas Áreas de Influência – áreas Indireta, Direta e Diretamente Afetada.

O Capítulo 9 apresenta o diagnóstico ambiental, realizado com base em informações existentes e visitas técnicas de campo, e estruturado por meio e compartimento ambiental: físico, biótico e socioeconômico.

O Capítulo 10 apresenta a análise integrada, o Capítulo 11 discorre sobre a identificação e avaliação dos impactos ambientais, a partir dos atributos analíticos preconizados pela metodologia adotada.

O Capítulo 12 apresenta os programas ambientais propostos em decorrência dos impactos avaliados e das medidas mitigadoras.

O Capítulo 13 contém o prognóstico da qualidade ambiental das Áreas de Influência, considerando os dois cenários necessários à avaliação de impactos: (i) hipótese de não-realização do empreendimento e (ii) cenário com a implantação e operação do empreendimento.

O Capítulo 14 contém a conclusão desse estudo sobre a viabilidade ambiental da implantação deste projeto no local selecionado.

Os Capítulos 15 e 16 apresentam a bibliografia básica utilizada nos estudos e a equipe técnica envolvida, respectivamente.

Nos Anexos são apresentados o Estudo de Demanda (Anexo 01), Estudo de Tráfego (Anexo 02), Cartas e Licenças – Material de Descarte (Anexo 3), Certidão de Zoneamento (Anexo 04), Fichas de Poços – SIAGAS (Anexo 05), Relatório de Ruído (Anexo 06), Relatório Fotográfico – Inventário Florestal (Anexo 07), Planilhas de Campo – Inventário Florestal (Anexo 08) e Plantas – Tratamento Paisagístico e Urbanístico (Anexo 09).”

DOWNLOAD (988MB)

Nova área no Blog – Loja Vitual

Uma nova área está sendo inaugurada no blog, é a Loja Virtual. Nela serão oferecidos livros usados e em sua maioria relacionados à geotecnologia ou áreas afins.

Atualmente, são três livros disponíveis para venda, com uma unidade cada:

  • Computer Processing of Remotely-Sensed Images: An Introduction – Second Edition ; Paul M. Mather
  • Análise estatística de dados geológicos – Landim, Paulo Milton B.
  • Coleção Schaum – Estatística ; Murray R. Spiegel

Em breve, novos itens serão divulgados.

Acesse : http://sosgisbr.com/loja-virtual/