PUR de Pendotiba (Niterói, RJ)

O Plano Urbanístico Regional é o instrumento de planejamento territorial adotado para as Regiões de Planejamento de Niterói. O PUR define regras de parcelamento, uso e ocupação do solo que estabelecem o que pode ser feito em cada lote e como devem ser ocupados e edificados. Tem , portanto, como objetivo o ordenamento do território e o desenvolvimento sustentável da Região de Pendotiba. A ausência de um Plano Urbanístico têm se refletido em um processo espontâneo de expansão urbana, sem ordenamento.

No link a seguir, é possível encontrar a agenda do PUR e o diagnóstico ambiental para download, inclusive com os mapeamentos.

http://urbanismo.niteroi.rj.gov.br/purdependotiba/

 

Base de Dados Georeferenciada do Sistema Integrado de Informações Ambientais (Siam)

A Base de Dados Georeferenciada do Sistema Integrado de Informações Ambientais (Siam) contém diversos mapas de Minas Gerais em escalas de origem e dados sócio-econômicos georeferenciados. É atualizada a partir das aplicações desenvolvidas pelas esquipes técnicas do IEF, Igam e Feam.

A base de dados do Sistema de Informações Geográficas (SIG) contém dados alfanuméricos de interesse e mapas diversos do Estado (escala de origem 1:50.000 e 1:100.000 correspondendo às cartas oficiais existentes), voltadas às aplicações SIG, além de imagens de satélite, fotografias aéreas, ortofotocartas para utilização em sensoriamento remoto, SIGs e outros.

Os mapas on line podem ser acessados diretamente pelo link a seguir:

http://www2.siam.mg.gov.br/webgis/zee/viewer.htm

O Sistema de Prevenção de Incêndios com os Focos de Calor aqui:

http://www2.siam.mg.gov.br/webgis/focos/viewer.htm

 

Fonte:

http://www.ief.mg.gov.br/geoprocessamento/base-de-dados-georeferenciados

Textos Clássicos de Geomorfologia

A seguir estão dispostos os links de download de 3 clássicos da Geomorfologia:

The Geographical Cycle (1899)
William M. Davis

Geology of the Henry Mountains (1877)
G. K. Gilbert

Land Sculpture (1877-Chapter 5)
G. K. Gilbert

Fonte: http://www.ugb.org.br/home/?pg=10_1

Sistema de Informação Sobre a Biodiversidade Brasileira

“Em 2011, o Governo Brasileiro, por meio da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (SEPED) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com suporte técnico do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e apoio financeiro do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), iniciou a implementação do projeto “Gerenciamento e uso de informações para ampliar a capacidade brasileira em conservar e utilizar a biodiversidade”, a partir do qual foi criado o SiBBr.

O SiBBr é uma plataforma online desenvolvida com o objetivo de estimular e facilitar a publicação, integração, acesso e uso da informação sobre a biodiversidade brasileira, subsidiando pesquisas e apoiando o processo de formulação de políticas públicas e tomada de decisões associadas à conservação e ao seu uso sustentável.

O SiBBr é também o nodo brasileiro do Global Biodiversity Information Facility (GBIF), a rede global de sistemas de informação em biodiversidade.

A implementação do SiBB baseia-se em uma rede colaborativa de instituições e atores que geram, transformam e consomem informações sobre a biodiversidade brasileira.”

(Fonte: http://www.sibbr.gov.br/internal/?area=osibbr)

LINK: http://www.sibbr.gov.br

Mapas de Solos do Nordeste

“Os levantamentos de solos dos Estados do Nordeste apresentam escalas variando de 1:400.000 a 1:1.000.000. Portanto, alerta-se aos usuários que, devido ao nível generalizado dos mapeamentos, é de se esperar obter dos mesmos apenas uma visão global dos diversos solos existentes no Estado, elemento básico essencial para planejamentos regionais, escolha de áreas prioritárias que justifiquem levantamentos de solos mais detalhados e seleção de áreas para experimentação agrícola. Não se prestam, deste modo, para solucionar problemas de glebas específicas (pequenas propriedades).

A Embrapa Solos UEP Recife não se responsabiliza pelo uso indevido dessas informações.

Chama-se a atenção para o fato de que as bases cartográficas dos mapas originais de solos foram produzidos nas décadas de 70 e 80, portanto foram necessários ajustes nos mapas dos municípios para compatibilização e atualização com a base cartográfica do IBGE publicada em 2001.

Sugere-se que, ao utilizar essas informações, citar a fonte:

Embrapa Solos UEP Recife, 2006 (www.uep.cnps.embrapa.br/solos/index.html).

Ao abrir o mapa do estado, clique em um município para visualizar seu respectivo solo ou selecione pelo nome na lista que se encontra abaixo do mapa.

Para fazer download do mapa de solo, clique com o botão direito na figura e escolha a opção “Salvar imagem como…”

FONTE: http://www.uep.cnps.embrapa.br/solos/index.php?link=index

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 159 outros seguidores