Limites das Placas Tectônicas e Falhas do Quaternário

FALHAS DO QUATERNÁRIO

faults Falhas e dobras associadas nos Estados Unidos que se acredita serem fontes de terremotos M> 6 durante o Quaternário.

Com a crescente conscientização do público sobre os riscos do terremoto que levaram ao 100º aniversário do terremoto de 1906 em San Francisco, o US Geological Survey (USGS) está lançando novos mapas da área da Baía de São Francisco, projetados para dar aos moradores e a outros uma nova visão da história geológica. e perigos da região. O “Mapa de falhas quaternárias ativas na região da Baía de São Francisco” mostra falhas que aumentaram as montanhas e geraram terremotos nos últimos dois milhões de anos, e provavelmente serão a fonte do próximo grande terremoto na região. O mapa também inclui respostas a perguntas comuns sobre falhas.

Link direto:https://geomaps.wr.usgs.gov/sfgeo/quaternary/downloads.html

Fonte: USGS


PLACAS TECTÔNICAS

A parte mais externa da Terra consiste em um mosaico de “placas” rígidas que se movem em relação umas às outras por centenas de milhões de anos. (Fonte: USGS)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Download das Placas Tectônicas em kmz via Google drive: CLIQUE AQUI

Download do arquivo mais recente disponível: CLIQUE AQUI (2018)

Fonte: USGS


DICA: Habilite o marcador Limites e Marcadores >> Marcadores>> Montanhas e tenha acesso aos perfis das elevações e principais informações.


Post antigo sobre o tema: https://sosgisbr.com/2014/01/04/limites-das-placas-tectonicas-em-kml/

Scienze della Terra : Mount Etna Deformation

“This animation depicts a time-series of ground deformation at Mount Etna Volcano between 1992 and 2001. The deformation results from changes in the volume of ashallow chamber centered approximately 5 km (3 miles) below sea level. The accumulation of magma in this chamber results in the inflation, or expansion, of the volcano, while the release of magma from the chamber results in deflation or contraction.

Source: @JPL-Caltech http://photojournal.jpl.nasa.gov/catalog/PIA13201

Esta animação retrata a evolução temporal da deformação do terreno ao redor do Vulcão Etna entre os anos de 1992 e 2001. A deformação é consequência das alterações do volume em uma câmara a cerca de 5km abaixo do nível do mar.  A acumulação de magma nesta câmara resulta na expansão do vulcão, enquanto que a liberação de magma pela câmara resulta na contração.