Base Topográfica Vetorial 25.000 para Download no IBGE

O IBGE está disponibilizando em formato vetorial algumas bases em escala 1:25.000. Entre as áreas disponíveis as Cartas Silva Jardim, Araruama, Morro de São João, Cabo Frio, Farol do Cabo, Rio das Ostras e parte de Trajano de Morais.

Link: ftp://geoftp.ibge.gov.br/mapas/base_vetorial_25mil/

Análise dos dados da Rede Brasileira de Monitorame​nto Contínuo dos Sistemas GNSS – IBGE

A RBMC, Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS(Sistemas de Navegação Global por Satélites, como o norte-americano GPS – Sistema de Posicionamento Global, e o russo GLONASS), completa 15 anos no próximo dia 13 de dezembro. A rede é composta de estações cujas informações permitem calcular as coordenadas (latitude, longitude e altitude elipsoidal, esta última referente ao modelo geométrico que representa a forma da Terra) mais precisas do país, podendo fornecer aos usuários localizações com precisão de milímetros.

O IBGE divulga nesta quarta-feira o relatório Análise dos Dados da Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS – 2006 a 2010, onde disponibiliza indicadores e análises que permitem avaliar a qualidade dos dados e verificar o desempenho do funcionamento das estações existentes no período de 2006 a 2010;

Acesse o documento no link: ftp://geoftp.ibge.gov.br/RBMC/relatorio/Relatorio_Qualidade_Dados_RBMC_2006-2010.pdf

Já a publicação Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo dos Sistemas GNSS – 15 anos – 1996 a 2011 traz detalhes do histórico, operação e outros dados relativos aos 15 anos da RBMC:
ftp://geoftp.ibge.gov.br/RBMC/relatorio/RBMC_15anos_1996-2011.pdf

Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatístic​os – IBGE

O IBGE lança mais um produto do Censo 2010 – o Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos – CNEFE. O Cadastro é uma lista com cerca de 78 milhões de endereços urbanos e rurais.  O CNEFE ajudará prefeituras, secretarias estaduais e municipais de planejamento e empresas públicas e privadas a produzir pesquisas, realizar levantamentos, executar ações emergenciais, entre outras finalidades. No Cadastro, é possível obter, gratuitamente, por exemplo, todos os endereços de um determinado distrito.

 O Cadastro de Endereços começou a ser produzido no Censo 2000, foi aprimorado em 2007 e, no Censo 2010, consolidou-se no produto que é hoje: 78.056.411 endereços urbanos e rurais, distribuídos pelos 316.574 setores censitários, classificados por tipo: unidades residenciais, unidades de ensino, unidades de saúde e outros. O Cadastro é uma listagem que contém, apenas, os endereços (nome do logradouro, número, complemento e coordenadas nos setores rurais).

O grande salto tecnológico do Cadastro de Endereços foi dado no Censo 2010, quando a Base Territorial (mapas digitais urbanos e rurais) foi integrada ao Cadastro de Endereços, inclusive possibilitando o georeferenciamento das localidades. Na ocasião, os recenseadores foram a campo portando PDAs (computadores de mão) contendo a malha digital dos setores urbanos com os endereços associados ao mapa, podendo atualizá-los. Os arquivos gráficos vetoriais associados ao Cadastro serão disponibilizados pelo IBGE ao longo de 2012.

Acesso em: http://www.censo2010.ibge.gov.br/cnefe

(Agradecimento: Carlos Eduardo Gonçalves Ferreira)

Mapa do Mundo Digital (IBGE)

O IBGE oferece um grande pacote de informações num sistema de pesquisa dinâmico e moderno. Informações sobre os países do mundo em temas como economia, população e meio ambiente, acesso a dados e às fontes.

Link: http://www.ibge.gov.br/paisesat/main.php