Baixei os dados atualizados do IBGE e não consigo mais definir a projeção.

Começo dizendo: foi um grande susto. Eu tinha toda a base BCIMD que estava no FTP, baixei carta por carta quando olhei as informações de atualização e para piorar resolvi substituir tudo que eu tinha. Caro amigo, não confie no IBGE se você tem prazos.

Olhem o que me aconteceu:

Aparentemente tudo ok...

O que nos falta agora? Definir a projeção… então vem a surpresa:

Houston, we have a problem...

E agora? Você acabou de deletar os dados anteriores, parabéns! #NOT

A solução que eu encontrei para isso foi mais simples que cozinhar ovo. Exportei o arquivo com outro nome e defini a projeção nele.  Só que até chegar a essa conclusão eu demorei muito mais tempo que o ovo demorou para cozinhar…

Vamos pensar positivamente. Ao impedir o software de criar um arquivo de projeção (por alguma razão que eu desconheço) o IBGE nos ensina a sempre manter o arquivo original intocável. É óbvio que isso só se aplica ao usuários que verificam as informações cartográficas antes de começar a trabalhar… para aqueles que já começam editando tudo o susto vai ser maior no final.

Como encontrar a nomenclatura de uma carta para o trabalho?

A maneira mais simples de fazer isso é entrar no link: http://www.cdbrasil.cnpm.embrapa.br/

Quero exportar vários shapes para um arquivo DWG, mas nem todos são exportados.

Isso acontece porque você tem arquivos em projeções diferentes. Experimente deixar todas as projeções de arquivos iguais a do dataframe. Funcionou para mim 😉

Visão do sistema solar e seus corpos celestes

Confesso que passei bastante tempo passeando neste link. Através de datas você pode observar os alinhamentos dos corpos celestes e caracterizar seus movimentos em torno dos respectivos eixos. É claro que não pude deixar de dar uma conferida em 21 de dezembro de 2012. Afinal, não vou estar aqui para ver outra precessão.

Este link é uma grande contribuição da professora Tássia, segue: http://www.solarsystemscope.com/

GVSIG, uma opção livre.

  • GVSIG

Este é um software de SIG livre de interface amigável e bastante familiar para os usuários da plataforma ESRI. É uma excelente alternativa diante do alto do ArcGis.

O link direto é http://www.gvsig.org/web/ e no link http://www.clickgeo.com.br/portal/gvsig.php há tutoriais em português para algumas funcionalidades.